Amante de Metal

24 abr 2011 as 13:25

AMANTE DE METAL 
( Ou Motopoema) 

Demétri N. Verani 23/07/2010
  
  
Dela, admiro  o corpo semi nu de  
suave geometria, 
que,  com meu leve toque, 
se enche de luz. 
  
Despertada,  seu íntimo se agita 
como de intenso prazer. 
  
Passo minha mão em seu  dorso macio. 
Discretos sinais,   
me convidam a uma excitante aventura 
  
As linhas exatas de sua esbelta silhueta, 
provocam-me a cobri-la com o meu corpo. 
  
Sobre ela,  estimulo seu sereno murmúrio. 
Logo,  seu vibrar é intenso 
e seu calor me  envolve… 
  
… e a viagem se faz acontecer. 
  
No balé  sincronizado de nossos corpos, 
minhas mãos a conduzem, 
exigindo seu máximo. 
Ao meu desejo, como passional amante, 
ela  oferece o seu melhor. 
  
A força de sua pegada me impele a acelerar. 
  
Seu  olhar luminoso aponta nosso destino, 
e como se fizéssemos amor ao vento, 
agarrados ao leito de asfalto, 
devoramos tempo e espaço… 
  
No ápice  de sua performance, 
vibro  pleno de adrenalina e prazer

Categorias:

Associados Aniversariantes

Visualizações

Nossos Patrocinadores